Morre por complicações com a covid-19 influencer antivacina americana



Ela chegou a afirmar em um de seus vídeos que o epidemiologista-chefe dos Estados Unidos Anthony Fauci deveria ser enforcado


A influencer antivacina americana Cirsten Weldon morreu nesta quinta-feira (6), em decorrência de complicações causadas pela covid-19. Weldon tinha milhares de seguidores em suas redes sociais de extrema-direita, em que divulgava material convencendo as pessoas a não se vacinarem.

Ela chegou a afirmar em um desses vídeos que o epidemiologista-chefe dos Estados Unidos Anthony Fauci deveria ser enforcado.

“As vacinas matam! Não tomem elas. Esses idiotas são tão ingênuos. Eles estão todos se vacinando”, diz ela em um de seus vídeos.
Negou medicamento

Em um vídeo publicado no dia 28 de dezembro, ela já aparenta estar com sintomas da doença ao reclamar de sentir fraqueza, exaustão e tossir.

A última foto publicada por Weldon no Instagram, ela aparece deitada em uma cama de hospital com uma máscara de oxigênio. “Quase morri de pneumonia bacteriana em um hospital da Califórnia”, escreveu Cirsten na publicação, feita semana passada.

Na sua conta no Telegram, Cirsten afirma ter testado para Covid-19 e se recusado a receber o medicamento remdesivir, usado para o tratamento da doença em pacientes graves e que a influencer chamou de “remédio do dr. Fauci”.

Fonte: Forum

Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.

Tecnologia do Blogger.