Bolsonaro diz que reajuste a servidores não está garantido



Congresso aprovou quase R$ 2 bilhões para conceder reajuste a policiais federais após pressão do Executivo


O presidente Jair Bolsonaro disse neste sábado (8) que não há garantia de reajuste salarial para nenhuma categoria do serviço público. O presidente defendia reajustes especialmente à Polícia Federal (PF) e à Polícia Rodoviária Federal (PRF). Segundo ele, a reserva orçamentária de cerca de R$ 2 bilhões poderia ser usada para conceder aumento a essas categorias em 2022, ano de eleições.

"Não tá garantido o reajuste para ninguém. Tem uma reserva de R$ 2 bilhões que pode usar, poderia ser para PF, PRF e também para o sistema prisional. Mas não está nada garantido no tocante a isso”, disse Bolsonaro na porta da casa do advogado-geral de União, Bruno Bianco, que comemora aniversário neste sábado.

O presidente já havia dito, no fim do mês passado, que a previsão de R$ 1,736 bilhão no Orçamento da União não cobriria um reajuste salarial a todas as categorias do funcionalismo público. O Congresso aprovou a verba para conceder o reajuste após Bolsonaro pressionar pela concessão do benefício a policiais.

A decisão, no entanto, provocou um efeito cascata e pressão de outras categorias por aumento de remuneração. A prioridade dada pelo presidente gerou insatisfação em funcionários de outras áreas do setor público, o que provocou uma debandada sobretudo dentro da Receita Federal, que alega cortes no Orçamento do órgão por parte do governo. "Não tem espaço no orçamento no momento. Você vê a dificuldade que foi negociar a questão dos precatórios para poder dar o Auxílio Brasil de R$ 400 para quem ganhava em média R$ 190. Mas estamos prontos para conversar. Tudo é possível. Nada é impossível", destacou o presidente neste sábado.

Em entrevista no Palácio da Alvorada em 24 de dezembro, Bolsonaro defendeu a concessão de reajuste a servidores públicos federais e afirmou que o teto de gastos públicos é "mortal" e um problema para o governo federal. "A gente não quer furar teto, fazer nenhuma estripulia, mas não custava nada atendê-los", afirmou o presidente na ocasião.

Fonte: Correio do Povo

Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.

Tecnologia do Blogger.