WAJNGARTEN VOLTA DE VIAGEM AOS EUA COM BOLSONARO COM SUSPEITA DE CORONAVÍRUS

Em foto publicada nas redes sociais por Fabio Wajngarten no dia 7 de março, ele aparece ao lado do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump - Reprodução Instagram @fabiowajngarten

Chefe da Secom receberá resultados de exames na quinta (12)

O chefe da Secom (Secretaria Especial de Comunicação), Fabio Wajngarten, está com suspeita de coronavírus. Ele acompanhou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em visita a Miami, nos Estados Unidos, e publicou foto ao lado de Donald Trump no último sábado (7).

Wajngarten realizou exames clínicos nesta quarta (11) no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. Ele receberá os resultados na quinta-feira (12).

O chefe da Secom se manifestou no Twitter sem confirmar nem negar a informação. "Em que pese a banda podre da imprensa já ter falado absurdos sobre a minha religião, minha família e minha empresa, agora falam da minha saúde. Mas estou bem, não precisarei de abraços do Drauzio Varella."

Durante uma viagem de quatro dias aos EUA, Bolsonaro se reuniu com empresários e jantou com Donald Trump, no sábado (7), em Mar-a-Lago, o resort do presidente dos EUA perto de Miami. O encontro estava sendo costurado desde dezembro pelo governo brasileiro.



Em evento com a comunidade brasileira em Miami, Bolsonaro afirmou que o coronavírus está "superdimensionado".

"Obviamente a queda drástica da Bolsa de Valores no mundo todo tem a ver com a queda do petróleo que despencou, se não me engano, 30%", declarou Bolsonaro. "Tem a questão do coronavírus também que, no meu entender, está superdimensionado, o poder destruidor desse vírus. Então talvez esteja sendo potencializado até por questão econômica, mas acredito que o Brasil, não é que vai dar certo, já deu certo."


O Brasil já soma 52 casos confirmados do novo coronavírus. Os dados são de plataforma do Ministério da Saúde atualizada com dados até o início da tarde desta quarta-feira (11).

Entre as novas confirmações, 11 ocorreram em São Paulo, cinco no Rio de Janeiro, uma no Rio Grande do Sul e outra no Distrito Federal.


Com a atualização, ao menos sete estados e o Distrito Federal já têm registros da covid-19. O maior número ocorre em São Paulo, onde há 19 casos confirmados até o momento.

Uma análise do Instituto Pensi, centro de pesquisa clínica em pediatria do Hospital Infantil Sabará, aponta que, a partir do momento em que o Brasil tiver 50 casos confirmados de coronavírus, o país poderá chegar a mais de 4.000 casos em 15 dias e cerca de 30 mil casos em 21 dias.

Fonte: Folha - Mônica Bergamo / Jornalista e colunista.

Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.

Tecnologia do Blogger.