CIDADE NA BAHIA REGISTRA PRIMEIRO SURTO DE SARAMPO; SESAB EMITE ALERTA


A cidade de Santo Amaro, no Recôncavo baiano, vive um surto de sarampo. Até segunda-feira (1º), já haviam sido confirmados sete casos da doença no município. Por conta das notificações, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado (Divep), órgão da Secretaria da Saúde (Sesab), emitiu um alerta. 

De acordo com o documento, das sete pessoas confirmadas com a doença, seis (85,7%) não eram vacinadas e uma não tinha completado o ciclo de vacinação contra o sarampo. A faixa etária dos pacientes atingidos varia entre 9 meses a 26 anos.

Apesar de as pessoas notificadas residirem em Santo Amaro, as primeiras ocorrências foram feitas pelos municipios de Itagibá - onde a doença acometeu um bebê de 9 meses e sua mãe, de 18 anos - e em Feira de Santana, onde foi registrado o caso de um homem de 26 anos. Todos moradores de Santo Amaro.

A Sesab informou ainda no documento que, durante a investigação epidemiológica de campo realizada em Santo Amaro no último dia 30 de setembro por equipes do município e do estado, foram identificados novos casos suspeitos, totalizando 14 casos notificados de sarampo - sete deles confirmados e outros sete em investigação. 

O documento aponta ainda que "todos os casos notificados possuem vínculo epidemiológico entre si e se concentram em grupo populacional de migrantes não vacinados, em sua maioria, o que potencializa o risco de disseminação do vírus do sarampo no estado".

Outra preocupação que é ponderada no alerta epidemiológico é que foi relatado pelos entrevistados o deslocamento para outros municípios da Bahia durante o período de transmissão da doença. Entre as cidades visitadas pelas pessoas com a doença estão: Bom Jesus da Lapa, Feira de Santana, Gandu, Ipiaú, Itagibá, Ituberá, Salvador, Santo Antônio de Jesus, São Francisco do Conde e Simões Filho. Há relatos ainda de deslocamento para o estado de Minas Gerais, no entanto, não foram informadas as cidades.

"A Sesab alerta para o risco da ocorrência de novos casos associados a esse surto, inclusive em outros municípios baianos, o que torna essencial a manutenção de uma vigilância ativa para detenção oportuna de casos suspeitos, a intensificação da vacinação de rotina e a realização da Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo".

A campanha está agendada para acontecer em duas etapas de 7 a 25 de outubro para crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade; e de 18 a 30 de novembro no grupo de 20 a 29 anos.

Fonte: Correio 24 Horas.

Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.

Tecnologia do Blogger.