Luís Eduardo Magalhães

AGENTES DE COMBATE A ENDEMIAS ESTÃO AVALIANDO ÍNDICE DE INFESTAÇÃO DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI


A Prefeitura Municipal de Luís Eduardo Magalhães, por meio do Núcleo de Endemias da Secretaria de Saúde, está realizando o Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de fevereiro de 2018. Nesta primeira etapa, 115 agentes comunitários de saúde e de combate a endemias estão envolvidos na vistoria de 2.200 imóveis de Luís Eduardo Magalhães até a sexta-feira (23). As visitas acontecem no período das 07h30 às 13h30.

O LIRAa é uma metodologia de trabalho que ajuda a mapear os locais com altos índices de infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue, zika e chikungunya, e consequentemente, alerta sobre os possíveis focos favoráveis à reprodução. A Secretaria Municipal de Saúde realizará 4 levantamentos em 2018. Além de fevereiro, haverá avaliações nos meses de maio, agosto e outubro. De acordo com a Coordenadora do Núcleo de Endemias, a partir dos dados do LIRAa, é possível direcionar as ações de controle para as áreas mais críticas, como mutirões, vistorias mais detalhadas, entre outras medidas. “Os agentes estão passando essa semana nas casas e recolhendo amostras quando tiver, e é importante que os moradores auxiliem o nosso trabalho”, destacou Cristina Barreto.


Os locais avaliados com índices de infestação predial inferiores a 1%, não apresentam risco. Já, entre 1% e 3,9%, as áreas são consideradas zonas de alerta. Se o índice de infestação dos imóveis pesquisados for superior a 4%, há o risco de surto de dengue. Para o prefeito Oziel Oliveira, essa iniciativa aliada à conscientização dos munícipes é imprescindível para impedir a proliferação do mosquito. “Esse mapeamento é mais uma atividade que estamos realizando para evitar epidemias de dengue, mas é sempre bom lembrar que o apoio da comunidade é fundamental nessa luta”, frisou.

Medidas de combate

O Combate ao Aedes aegypti é uma responsabilidade dos órgãos públicos e de toda população. A água parada é o ambiente ideal para a reprodução do inseto, portanto, ações simples como virar garrafas com a boca para baixo, lavar a vasilha de água do animal de estimação regularmente, manter fechadas tampas de caixas d’água e cisternas, podem ajudar na redução do número de casos de doenças.

Por Blog Tv Web Barreiras

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.

Tecnologia do Blogger.