MÚSICA DIGITAL JÁ REPRESENTA METADE DA RECEITA DO MERCADO NO BRASIL - Tv Web Barreiras

Notícias Recentes

28 de nov de 2017

MÚSICA DIGITAL JÁ REPRESENTA METADE DA RECEITA DO MERCADO NO BRASIL


A plataforna de streaming Deezer divulgou hoje informações sobre o mercado brasileiro de música. De acordo com a empresa, meios digitais de audição de música já representam 49% (praticamente metade) da receita gerada pelo mercado de música no Brasil.

No total, esse mercado movimentou cerca de US$ 229 milhões (R$ 750 milhões) ao longo de 2016. Serviços de streaming, como o próprio Deezer, o Google Play Music e o Spotify, cresceram 50% no Brasil entre 2015 e 2016, chegando a gerar US$ 90 milhões (cerca de R$ 330 milhões).

Um novo caminho

Embora serviços de streaming já existam há algum tempo, eles ainda são usados por um número relativamente pequeno de pessoas. Segundo a Deezer, mesmo países mais desenvolvidos como Estados Unidos e Reino Unido têm apenas pouco mais de 10% de penetração - ou seja, pouco mais de 10% da população desses países usa esses serviços.

No Brasil, essa penetração é de cerca de 5%. Considerando uma população de 210 milhões de brasileiros, a empresa considera que cerca de 10,5 milhões de pessoas usem serviços de streaming por aqui.

Mesmo com essa pequena penetração, porém, os serviços de streaming ajudaram o mercado global de música a ter seu primeiro crescimento de receita em mais de uma década. Segundo a Deezer, atualmente a receita de serviços de streaming já responde por 59% de todo o dinheiro gerado pelo mercado de música no mundo. Cerca de 70% da receita da empresa vai para o pagamento de licenciamento de músicas de gravadoras e editoras.

O que se ouve no Brasil

A empresa também apresentou uma série de dados sobre a audição de música do seu público brasileiro. Dentre as informações, a empresa revelou os gêneros mais ouvidos no país, com base nas 100 músicas mais ouvidas da plataforma. Delas, mais de 50% são faixas de sertanejo.

O segundo gênero mais ouvido no país é o funk, responsável por 15 das faixas dentre as 100 mais ouvidas. Pop nacional, que emplaca outras 5 faixas, é o terceiro gênero mais ouvido no Brasil. Os cerca de 30% restantes são uma mistura de pop internacional, EDM (musica eletrônica para dançar) e reggaeton.

Esse sucesso do sertanejo se reflete também na lista dos artistas mais ouvidos do ano no Brasil. Dos dez mais ouvidos, sete deles são do gênero sertanejo, e nove deles são brasileiros (a exceção é o cantor inglês Ed Sheeran). A playlist "Vem Pro Sertanejo", uma lista de músicas dedicada ao gênero na plataforma, é a maior playlist da Deezer no mundo.

São Paulo e Rio de Janeiro, de acordo com a empresa, estão entre as cidades que mais fazem streaming de música no mundo todo. No Brasil, destacam-se também Belo Horizonte, Curitiba e Fortaleza.

Com a ajuda de Deus

De acordo com a Deezer, sua plataforma teve um crescimento de mais de 52% no Brasil ao longo de 2016, gerando uma receita mais de três vezes maior que a gerada por mídias físicas, como CDs e discos de vinil. Um investimento no setor de música gospel foi parte considerável desse crescimento da empresa. A Deezer lançou neste ano o "Canal Gospel", voltado para um público de evangélicos brasileiros que a empresa estima em 60 milhões de pessoas.

Voltado para essas pessoas, o canal tem um editor de música dedicado, e teve um crescimento de mais de 300% ao longo do ano, segundo a empresa. Na estimativa da plataforma, o segmento de música gospel gera uma receita anual de mais de R$ 2 bilhões por ano.

Fonte: Olhar Digital

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.