0

Acredito que esse trabalho semanal, onde procuro atender inúmeras pessoas que encontro pelas ruas tem adquirido certa confiança pública. O acesso ao rádio que nem se sabe por quantas pessoas é ouvido tem lá sua representatividade. 

O fato é que me abordam de todas as maneiras possíveis, seja com críticas, com elogios, recados e com indiferença, mas concordo que sejam quais forem os motivos, existe sim pessoas que acompanham quando podem diariamente esse trabalho.

Hoje me pediram que comentasse sobre a falta de respeito com o público no transporte coletivo da cidade. Que, diga-se de passagem, um dos mais caros e menos eficientes do país. 

Reclamam dos atrasos de mais de 40 minutos, do atendimento e da forma desrespeitosa com que os condutores e cobradores em algumas situações procedem. 

Nesse caro transporte de péssima qualidade as reclamações se multiplicam e os anos passam as novas administrações surgem e o transporte coletivo só aumenta de preço e diminui a qualidade. 

Muitas ruas da cidade estão sendo recuperadas e com obras muito bem feitas. Esse era o motivo dos empresários de coletivos que reclamavam ou justificavam que o valor da tarifa é diretamente correspondente aos prejuízos causados pelos enormes buracos em toda a cidade. 

Agora que as obras estão em andamento, qual será a desculpe para cobrar mais caro? Logo grande parte do centro da cidade vai ser recuperada e será que o valor das tarifas irá diminuir? Ou pelo menos os horários de atendimento serão cumpridos com melhores critérios? Ou que pelo menos os funcionários de coletivos serão mais bem preparados e mais educados?

Enquanto isso o povo que depende do transporte coletivo vai continuar mofando nos pontos de ônibus, receber maus tratos e pagar valores completamente fora de questão se forem comparados com linhas similares em outras cidades com o dobro ou triplo de distancias. Algumas vezes pagando menos do que aqui é cobrado sem que ninguém faça um estudo apurado das planilhas de custos e estabeleça uma tarifa correspondente ou percurso e a altura do serviço prestado.

Sendo assim vou continuar escutando o povo nas ruas, pessoas insatisfeitas que acreditam que se uma crítica radiofônica entrar no ar, pelo menos as pessoas atingidas irão se incomodar e de alguma maneira procurar corresponder aos anseios do povo. 

Ou talvez não, porque não acreditam que o poder público fará alguma coisa, ou que o Ministério Público vai intervir como deveria. Isso se realmente for um Órgão do Judiciário que está em defesa dos interesses do povo.

Pois bastaria fazer um estudo das planilhas de serviços, observar os custos e os lucros e considerar que o valor das tarifas é muito alto e que o povo está pagando por um serviço que não corresponde com sua realidade.

Basta comparar distâncias de percurso entre serviços similares prestados em outras cidades, apenas como primeiro exemplo de boa vontade. 

Tomara que aconteça!

A crônica de hoje é dedicada a Jornalista Miriam Hermes, e a professora Ana Maria Florentino.

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.

 
Topo