0

A maioria dos consumidores não sabem mas todos pagam bem mais caro pela conta de energia elétrica. A forma de cálculo para a cobrança do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias-ICMS, no final acaba sendo indevida. O assunto foi abordado nesta quarta-feira, pelo advogado José Otávio de Freitas, durante a Tribuna Popular da Câmara de Vereadores.

Especialista em Direito do Consumidor, com atuação no Estado de Minas Gerais,José Otávio de Freitas mostrou detalhadamente a ilegalidade da cobrança. Na conta de energia existem seis itens que definem o custo. Acontece que as companhias calculam o valor do imposto sobre todos eles, quando na verdade o percentual de 27 por cento do ICMS, no caso da Bahia, deve incidir apenas sobre o valor do consumo da energia.


O Superior Tribunal Federal reconhece que a cobrança é abusiva e já determinou que seja feita a revisão dos valores. O advogado esclareceu que o consumidor pode entrar na justiça para reaver o que já foi pago a mais e evitar novas cobranças. Pagando o imposto somente pelo consumo da energia a redução no valor da conta pode chegar a 20 por cento.

O assunto chamou a atenção dos vereadores que levantaram vários questionamentos sobre a cobrança indevida do ICMS. A Tribuna Popular desta quarta-feira foi bem participativa e os 19 componentes do Legislativo de Barreiras a partir de ontem, já começaram o trabalho de conscientização, permitindo às pessoas conhecer e lutar pelos seus direitos, desempenhado o papel de Câmara Cidadã.

Ascom.

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.

 
Topo