CHUVAS PROVOCAM ALAGAMENTOS MAIS UMA VEZ NO VIADUTO E NA DELEGACIA DE BARREIRAS. - Tv Web Barreiras

Notícias Recentes

16 de mar de 2017

CHUVAS PROVOCAM ALAGAMENTOS MAIS UMA VEZ NO VIADUTO E NA DELEGACIA DE BARREIRAS.


A frente da delegacia de polícia localizada no bairro Aratu, em Barreiras/BA, ficou completamente alagada após as chuvas que caíram nesta quarta-feira (15), como mostram fotos que circularam nas redes sociais. Algumas pessoas foram obrigadas a entrar na água para chegar até os setores de atendimento do complexo policial.

De acordo com os servidores da polícia civil, o acúmulo de água está sendo provocado pelo entupimento da rede de esgotamento sanitário da unidade policial, que funciona precariamente, há muitos anos e não dispõe de um bom sistema de drenagem para escoamento das águas pluviais e dos esgotos.


O que causa maior preocupação é a contaminação que sai dos banheiros do pavilhão de detenção e do IML e escorrem no “meio” da rua levados pelas enchentes. Outro problema, é que o local atrai muitos pernilongos e outros insetos, por possuir um terreno excessivamente úmido e algumas valas, totalmente expostas, por onde escoa a água dos esgotos.

VIADUTO

Dois carros ficaram inundados ao transitarem pelo viaduto nas imediações do Hotel Solar das Mangueiras, abaixo da BR 242. A obra mal planejada já provocou prejuízos em vários motoristas desavisados, que tentaram passar pelo local em período de chuva.


Qualquer chuva causa alagamento da via, que não dispõe de um sistema adequado para vazão das águas pluviais. “O local precisa ser interditado, pelo menos quando estiver chovendo”, comentou um dos moradores do bairro.

Fonte: Alô Alô Salomão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.