0

Órgão também quer proibir criação de camarão na localidade

O Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA) enviou recomendação, no dia 10 de janeiro, ao prefeito de Jaguaripe (BA), Hunaldo Simões Costa, para que adote medidas para demolição das construções erguidas de forma irregular e interrompa a criação de camarões em área de preservação permanente no município.

De acordo com inquérito civil instaurado pelo MPF em 2014, existem construções irregulares e viveiros de camarão sem licença ambiental em área de manguezal na região de Pirajuía, pertencente ao município. O procurador da República Pablo Coutinho Barreto, autor da recomendação, pontuou que, de acordo com a Lei nº 12.651/12, “a exploração em área de preservação permanente é situação excepcional, sendo admitida somente nas hipóteses de utilidade pública, interesse social ou intervenção de baixo impacto ambiental.”

Barreto destacou ainda que, segundo a resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), “qualquer intervenção ou supressão de vegetação somente pode ser realizada após autorização do órgão ambiental competente”. De acordo com a Lei Complementar nº 140/11, a gestão dos recursos ambientais e a fiscalização das atividades e empreendimentos que causem impactos no meio ambiente local são atribuições dos municípios.


Ministério Público Federal na Bahia

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.

 
Topo