CRÔNICA DE GUTO DE PAULA. - Tv Web Barreiras

Notícias Recentes

24 de jan de 2017

CRÔNICA DE GUTO DE PAULA.

A Lei municipal que pretende regulamentar e taxar as placas comerciais em frente aos estabelecimentos de comércio é coisa antiga. Começou por se cobrar por toda a extensão da fachada, depois um gestor mais ousado estabeleceu que seria por metro quadrado. Mais tarde em outra gestão tiveram a ideia de cobrar por centímetro quadrado. E hoje segundo reclamação de comerciante o ultimo critério prevalece, porem com um valor bem superior.

Existem dois pontos que precisam ser considerados: uma deles é a dita poluição visual que já aconteceu e de repente passou a ser uma verdadeira epidemia. Outro ponto é que com o comércio em visível declínio devido a crise não parece nada correto aumentar a taxa de divulgação. 

Punir o comércio numa situação como essa não parece ser nada oportuno, nem pela tentativa de arrecadação muito menos para coibir a questão da poluição visual. 

Não há duvida porem que a nova gestão necessita muito arrecadar mais impostos e mais taxas devido a situação bem caótica que encontrou na transição de governo. Porem se faz necessário pensar que o comercio de um modo geral ainda é um gerador de empregos e que muitos comerciantes reduziram não só horas de trabalho como também a própria mão de obra. 

Esses reflexos do desemprego hoje estão visíveis, tanto no aumento do índice de violência para na insatisfação e desconforto de muitas famílias que estão vendo no dia a dia as consequências de uma crise econômica e financeira jamais vista na cidade. 

Bem correto é dizer que em região agrícola onde o agro negocio cria uma situação de equilíbrio comercial estes reflexos são bem menores que os que estão sentidos em cidades eminentemente industriais. Lá sim existem pessoas desempregadas aos montes. 

Aqui o reflexo é sentido nas ruas e avenidas. Nas placas que anunciam vendas e alugueis. Comercio forte que hoje fechou as portas e um assustador momento para corretores de imóveis que embora exista oferta não consegue fechar negócio. 

Realidades que Barreiras nunca sentiu com tanta força e tanta evidência, momento de pensar serio em novas alternativas. Economizar o máximo e viver uma realidade que anteriormente poderia ficar para depois.

Enfim, estamos em crise e se você pretende vender ou alugar sua propriedade lembre que a plana de reclame tem que ser bem pequena senão o prejuízo será bem maior.

A crônica de hoje é dedicada aos comerciantes locais que estão vivendo momento de muita dificuldade.

Guto de Paula / Colunista Tv Web Barreiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.