0

Algumas coisas que acontecem diariamente não se justificam. Por exemplo o confuso transito da cidade que até hoje não recebeu nenhum ordenamento adequado. São motos ocupando vagas de veículos. Motoristas que praticam frequentemente a fila dupla. Sem local em cada quadra do centro da cidade para estacionamento de pessoas idosas ou com necessidades especiais.

Para cúmulo das arbitrariedades no estacionamento para deficientes físicos na Caixa Econômica Federal o local é usado para vendedores de ruas e até motos se aproveitam ilicitamente da vaga. 

Esses absurdos poderiam ocupar a nossa briosa Guarda Municipal, em estabelecer multas, fiscalização e conter esses abusos. E por falar em Guarda Municipal, quais são mesmo as responsabilidades dela, pois até hoje só tomei conhecimento de muito poucas atividades. Mas ela tem um custo para o município, que não é pequeno nem insignificante. 

Os semáforos da cidade quando funcionam regularmente estão dimensionados para operar em quatro estágios. Ou seja, quando o sinal abre para um setor surgem três possibilidades distintas: continuar no mesmo sentido, tomar a esquerda ou a direita. Isso na grande maioria das esquinas de maior fluxo. Porem em locais mais próximos da periferia esses quatro estágios só criam engarrafamentos desnecessários, pois são períodos lentos e mal dimensionados para o local.

Uma sugestão que poderia ser seguida pela administração local e promover uma arrecadação complementar para a prefeitura, seria cobrar por todo local de estacionamento na cidade. Porem para tanto é necessário criar paralelo a isso um sistema de fiscalização e controle que já existe em outras cidades. Valores irrisórios por uma hora de estacionamento que poderia ser revertido para o próprio sistema de sinalização de trânsito. Porém ao se pagar para estacionar se consegue imediatamente uma situação de seguro de responsabilidade que ficaria ao encargo da administração pública. 

Isso já acontece em outras cidades e funciona com muita eficiência. Criar essa estrutura de controle e manter toda a sinalização de transito dentro dos padrões de segurança não é nem difícil nem oneroso e pelo menos poderíamos transitar pela cidade com maior desenvoltura. Isso auxilia o comércio que também se prejudica com a falta de estacionamentos e coloca em risco os pedestres que precisam circular pelas ruas. 

Mas, são apenas sugestões e com certeza quem ocupar a pasta que irá se responsabilizar pelo confuso transito da cidade, já ‘deve até estar pensando coisa ainda melhor. Porem não custa sugerir alguns caminhos que precisam ser trilhados paraque o transito de Barreiras entre nos padrões de normalidade. 

A educação não transito é uma preocupação de inúmeras entidades que tanto procuram evitar os problemas de acidentes como procuram diminuir a incidência de arbitrariedades que acontecem todo o tempo em qualquer lugar da cidade.

A crônica de hoje é dedicada ao radialista H. helligton e ao recentemente eleito vereador João Filipe.

Boa Tarde.

Por Guto de Paula / Tv Web Barreiras.

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.

 
Topo