0
Apesar de todos os avanços da tecnologia principalmente na área de comunicação vivemos uma profusão de poluição sonora. Como se não bastasse a qualidade sempre menor do ar e a contaminação da água. 

Cidades de grande porte já estão estabelecendo que em determinados períodos do dia seja limitada a circulação de veículos automotores para diminuir os gases tóxicos na atmosfera. 

Isso aconteceu recentemente em Paris e deve acontecer em São Paulo se já não aconteceu.

São medidas paliativas já que o interesse dos países que geram grande quantidade de poluição preferem não discutir o assunto e negam que esses gases influenciem as condições meteorológicas. Tudo por questões financeiras e econômicas bem típicas do capitalismo feroz. 

A água já é um problema muito grave em inúmeros países e de repente os olhos e os interesses se voltam para a América do Sul e principalmente o Brasil com um dos maiores mananciais aquáticos do planeta. 

Porem em Barreiras vivemos ainda muito longe das consequências da população climática por não termos industrias de grande ou médio porte. Nem sofremos com racionamento de água potável pois vivermos cercados de rios que apesar dos pesares ainda estão sobrevivendo a intensa depredação do cerrado. Tudo também em função de questões econômicas e financeiras que permitiram que as lavouras sem fiscalização ocupassem todo o espaço disponível das áreas agricultáveis. Consequências que segundo técnicos no assunto ainda serão muito graves e de dificílima solução.

Nosso problema é a poluição sonora. Essa que nos faz escutar em alto e péssimo som o que não pretendemos ouvir. Vinda dos que ainda insistem em investir em carros de som. Barulhentos e abusivos que ainda conseguem dificultar ainda mais nosso confuso trânsito. 

Até as emissoras de rádio já entenderam que musica depois de MP3, Cartão de Memória, Pen drive e CDs e DVDs, a preferencia é pessoal. As pessoas só escutam ou curtem o que gostam e cada um a sua maneira ou disponibilidade. As rádios hoje são mais informativas que musicais. 

O que invade sem qualquer piedade nossa privacidade são os carros de som, que não respeitam a proximidade com casas de saúde, com residências onde pessoas estão convalescendo, descansando ou ate se recuperando de alguma enfermidade. 

Isso causa stress, insatisfação e interrompe muitas vezes nosso comunicação ao estourar nossos ouvidos com assuntos que não queremos nem pretendemos ouvir. Essa invasão que até então não sofre fiscalização permanente e ostensiva esta prejudicando nossos momentos de paz e de lazer. Perturbando uma existência que cá entre nós torna-se cada diz mais precária. 

Por mais que as redes sociais estejam avançando de forma conclusiva, ainda temos a possibilidade de escolher se damos atenção a ela ou vamos deixa-la de lado. Mas, carro de som não nos dá escolha nem pede licença. 

A crônica de hoje é dedicada ao colega Gerson Carioca, e a todas as entidades filantrópicas de nossa cidade, cujas pessoas estão lutando diariamente para diminuir as carências dos mais humildes e menos favorecidos. 

Boa Tarde!

Por Guto de Paula.

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.

 
Topo