0

A pequena, mas importante cidade de Santa Catarina parou diante de uma tragédia. Chapecó, um município industrial que vivia momentos de grande euforia pelo sucesso de seu time acordou na manhã de hoje para viver a sempre difícil situação de luto oficial.

O sonho de uma conquista sucumbiu pelas vidas que foram ceifadas de forma tão cruel em um momento que poderia ser muito especial. Times do mundo inteiro relataram e registraram esse momento trágico. 

Solidários a esse triste episódio, muitos compromissos esportivos foram adiados, por equipes que sentiram o impacto sempre cruel de uma fatalidade.

O transporte aéreo ainda é um dos meios de viajar mais seguro segundo todos os estudos feitos em comparação aos que utilizam rodovias, porém eles não deixam de acontecer. .Não existe muita explicação para um fato como esses. Seja por falha técnica, por intempéries ou falha humana. O que resta aos que sobreviveram, as famílias das vitimas e os amigos mais próximos é viver a lembrança de momentos de gloria e acalmar sua indignação quando religiosos sobre o fato de que a alma é imortal. Essa mesma fé que acalma os corações e faz com que os desígnios da providência se tornem absolutos e incontestáveis. 

Nenhum conjunto de palavras por mais elaborado que seja feito irá confortar de imediato aqueles que sofrem hoje com a perda desses jovens, atletas, dos jornalistas que estavam abordo e da tripulação desse voo trágico. Infelizmente todos nós estamos sujeitos a essa fatalidades, quando Deus determina o tempo de nossa passagem por esse mundo. 

Estamos necessitados de heróis, de pessoas cujo fazer nos dão infinitas ou passageiras satisfações. Assim vão para as estrelas nossos compositores, atores e músicos. Atletas de renome e todos aqueles cuja profissão ao fazer se destacam e atingem a notoriedade. Resta para nós a saudade. 

Saudade que se renova a cada momento em que é relembrada. Saudade que nos tortura por não termos mais a oportunidade de viver um momento que terminou para sempre. 

Constatar esses fatos e refletir que nosso corpo pode ser finito, mas nossa alma será eterna pode até arrefecer nossa dor e acalmar nosso coração. As tragédias quando acontecem nos tiram de tempo. É sempre difícil perder é sempre difícil esquecer uma fatalidade que nem de longe esperávamos que fosse acontecer. 

Como dizem: a vida é assim. Reserva certos momentos em que precisamos ser fortes e acreditar que o dia de amanhã produzirá mais força, mas fé e mais reflexão sobre a vida.

Os sinos que batem hoje por essas vitimas produzem em nós uma tristeza infinita mas esse é o destino de todos nós e dele não poderemos fugir. 

A crônica de hoje é dedicada aos parentes, amigos e conhecidos das vitimas desse trágico acidente aéreo.

Boa tarde!

Tv Web Barreiras.

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.

 
Topo