CRÔNICA - VAMOS PAGAR A CONTA POR GUTO DE PAULA. - Tv Web Barreiras

Notícias Recentes

14 de nov de 2016

CRÔNICA - VAMOS PAGAR A CONTA POR GUTO DE PAULA.


Nas grandes cidades do país e em muitas do interior estão previstas para o dia hoje muitas manifestações em repudio as medidas governamentais que propõem ações pesadas na intenção de recuperar a economia do Brasil. 

Poucos conhecem o teor completo do pacote governamental proposto. A grande maioria está simplesmente indo na onda e se prendendo a tópicos que acreditam estar atingindo seus interesses 

Sem estar contra nem a favor, mas entendendo que alguma coisa precisa ser feita para recuperar tanto a economia quanto a confiança dos possíveis investidores na tentativa de recuperação precisa de fato acontecer.

Foram tantos os desmandos, os desvios de verbas, as propinas e as corrupções que medidas emergenciais amargas teriam mesmo que acontecer. Defendo a ideia de que elas por piores que sejam e com a intenção de buscar um caminho logico e positivo precisam ser discutidas com todas as entidades de classe 

Já é de conhecimento público que através do BNDS e com dinheiro arrecadado dos contribuintes o governo passado construiu obras bilionárias em países como Cuba, Venezuela, Argentina, Bolívia e alguns países africanos em detrimento de interesses nacionais. Mesmo tendo consciência de nossas carências na infraestrutura, na educação, saúde e etc

Tudo isso em parceria com grandes empreiteiras cujos diretores e altos funcionários estão sendo presos pela Polícia Federal. 

Recuperar o rombo em nossa economia com medidas apenas paliativas não irá resolver nossos problemas nem a curto nem em longo prazo. As medidas duras e bem pouco simpáticas precisam acontecer, só creio que precisam ser discutida se explicadas até a exaustão. 

Medidas de goela a baixo vão de encontro aos conceitos democráticos que norteiam as leis brasileiras. Motivo justo de produzirem as manifestações previstas que pipocam por todo o país, se isso for imposto sem discussões.

Infelizmente será sempre o contribuinte que irá pagar essa conta, mesmo sobrecarregado com uma das taxas mais abusivas e desproporcionais de impostos do planeta.

Em passado pouco distante, a maioria do povo brasileiro apaixonou-se por uma ideia de distribuição de rendas que simplesmente não aconteceu. Quando teve oportunidade de mudar a situação optou mais uma vez pela continuidade do processo sem ter conhecimento das enormes falcatruas e improbidades que estavam acontecendo Acreditaram em um regime de assistencialismo que não deixou de ser oportuno para o momento, mas cujo verdadeiro propósito seria o de manipular seus verdadeiros malignos propósitos. 

Com toda essa paixão por um sistema populista de governo com característica assistencialista que depois de muitos anos fez alguma coisa pelo povo e esse fato não pode ser negado. Porém dar uma mera fatia do bolo ao povo e ficar com todo o resto só agora é de conhecimento público. 

Foi necessário e oportuno que um punhado de promotores públicos, concursados que ralaram nas faculdades sem qualquer interesse político ou compromisso com o poder dispararem o processo e ativarem a Policia Federal e fizessem com que o juiz mais temido do país estar empenhado em punir todas as falcatruas que levaram o Brasil a situação crítica de hoje. 

Reparar esses danos requer medidas bem pouco agradáveis, mas acredito serem necessárias, porem precisam ser discutidas com os interessados que vão pagar a conta. 

A crônica de hoje é oferecida ao amigo e colega Edivaldo Costa, aos paramédicos e funcionários do SAMU e aos comerciantes e Barreiras que com sua criatividade estão tentando driblar a crise e manter seus quadros de funcionários.

Boa tarde!

Da redação Guto de Paula / Tv Web Barreiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.