0
Em 1967 no dia de hoje, portanto a 49 anos atrás o Presidente Castelo Branco promulgava a Constituição com a finalidade de “legitimar” o governo militar que havia se estabelecido no país.

Muita água correu sob a ponte nesses quase cinquenta anos. Os que nessa época eram considerados subversivos, comunistas e militantes de esquerda tomaram o podernão pela força, mas pela aceitação pública. Hoje, muitos deles estão na prisão. Antes considerados como heróis nacionais e hoje desmascarados como uma quadrilha de marginais de colarinho branco, promovendo uma das maiores vergonhas desse país. Foram os arquitetos de um sistema cruel que em beneficio próprio instituíram a corrupção nacional. 

Conseguiram fazer com que a propina fizesse parte da cultura brasileira e que o país abrigasse o mais vergonhoso dos escândalos. Na Petrobras, no BNDS, no INSS, na Caixa Econômica e quem sabe lá em outros tantos organismos do governo. 

O povo simples, humilde e sem teto apaixonou-se por uma ideia de valorização financeira, recebendo as migalhas enquanto os falsos heróis detinham as maiores riquezas. 

Embora não exista praticamente nada de positivo em uma ditadura comandada por militares em uma suposta reflexão política social, os militares sob alguns aspectos foram positivos. Nas obras do setor energético, nas rodovias e principalmente na segurança nacional. A bandidagem nas ruas era praticamente inexistente. O povo vivia e transitava com grande segurança. Muito diferente de hoje onde até o comportamento e os costumes estão se adequando a novos conceitos. Tudo porque a marginalidade ocupou as ruas e estabeleceu uma nova ordem de comportamento. 

No governo militar, bastava não ser subversivo, reflexivo ou opinativo para ficar em segurança. Só mesmo quem falava ou comentava a realidade é que de fato corria perigo. Fora isso era apenas viver a sabor do que o governo impunha. Nessa época até se arrecadou ouro para recuperar o lastro bancário do Brasil. Toneladas de ouro foram doadas em troca de aliança de cobre na controversa campanha: “Ouro para o Bem do Brasil”. Muita gente foi nessa onda e até hoje ainda não sei onde foi parar esse ouro que pretendia salvar o país. Mas enfim era um governo autoritário militar onde fazer perguntas era tão perigoso quando não acreditar nas supostas verdades declaradas pelo governo.

Bons tempos aqueles. Mas enfim o país voltou para as mãos dos políticos e pessoas como Sarnei, ACM e Jader Barbalho apoiados por um jornalista Roberto Marinho e tantos outros poderosos homens de imprensa. Foi montada uma superestrutura na mídia que trabalhava para o poder. Do nada e dos confins de Alagoas aparece um Collor de Mello que não resistiu ao poder no povo que pintou a cara, Brotou de uma longa pretensão um sindicalista travestido de trabalhador brasileiro, porem estava aposentado por mais de 12 anos e o Brasil entrou numa onda de euforia. 

Novo impeachment e quem queria mudar o país começando por nossa ortografia e detentora de uma teimosia sem limites também caiu.

Aparece no poder um presidente que a bem da verdade não recebeu nenhum voto. Que agora tenta juntar os cacos do vaso quebrado. Propondo algumas ideias discutíveis e outras até necessárias. Enfim, podemos até não estar bem dentro das calças, mas determinados políticos corruptos estão em pior situação. Temos uma Policia Federal e uma Promotoria Pública que impõe respeito e se tivermos uma Justiça de fato justa os corruptos serão punidos. 

Esse é o Brasil de hoje que nesse mesmo dia a 49 anos atrás se pretendeu consertar pela força. Legitimando um Poder que também não foi escolhido pelo povo.

A crônica de hoje é dedicada aos componentes da Nova Câmara Municipal de Barreiras eleita pela vontade popular, ao amigo irmão Jose Correia Ferreira e ao amigo de sempre Clebson Vieira. 

Boa tarde!

Guto de Paula / Tv Web Barreiras.

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.

 
Topo