PRESIDENTE DO PP DE LEM – VALDECIR SCHLOSSER É CONDENADO PELO TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DA BAHIA - Tv Web Barreiras

Notícias Recentes

19 de out de 2016

PRESIDENTE DO PP DE LEM – VALDECIR SCHLOSSER É CONDENADO PELO TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DA BAHIA


A denúncia que foi feita ao TCU – Tribunal de Contas da União em 2006, que dá conta de que o então presidente da Câmara na época, e atual presidente do Partido Progressista em Luis Eduardo Magalhães, Valdecir Eberlein Schlosser, teria comprado cadeiras movidas a controle remoto para os vereadores, no valor de R$60.000,00, em detrimento das prioridades da população local.

Consta ainda os altos custos das obras de construção da nova sede da Câmara Legislativa, que é utilizada até os dias de hoje. Foi reportado ao Tribunal de Contas da União por entender que no respectivo procedimento licitatório (Concorrência nº 001/2005), teria havido uma exorbitante de mais de R$1,25 milhão entre o valor da proposta vencedora - R$3.958.620,43 – e o de outra empresa concorrente.

Em Dezembro de 2007 foi concluída uma auditoria acerca da denúncia e um relatório foi emitido ao qual alegou-se superfaturamento na aquisição de cadeiras movidas a controle remoto para os vereadores. Ainda sobre o relatório de conclusão, foi alegado que superfaturamento também na construção da Câmara, ressaltando então a adjudicação da proposta de R$3.958.620,43 em favor da empresa “COENGE CONSTRUÇÕES E EMPREENDIMENTOS LTDA”, elevando o valor estipulado para mais de 15%. 

Em sua defesa, Valdecir Schlosser alegou que o denunciante, o então proprietário do Jornal Novo Oeste de querer “desgastar” sua imagem. Sobre a aquisição das cadeiras movidas a controle remoto, Valdecir se defendeu dizendo não existir provas. 

Em suma, o relatório de auditoria afirma que vários são os indícios de erros e má gestão do dinheiro público. Afirmou ainda que foi elaborado um projeto com um tipo de estrutura, mas a sua execução se deu com outra, de custo bem diferente. 

Sendo assim, diante de tantas irregularidades detectadas na gestão do ex presidente da Câmara de Vereadores, Valdecir Schlosser em Luis Eduardo Magalhães e atual presidente do PP, Valdecir haverá de ressarcir os cofres públicos a bagatela de R$345.526,45 – TREZENTOS E QUARENTA E CINCO MIL, QUINHENTOS E VINTE E SEIS REAIS E QUARENTA E CINCO CENTAVOS.

QUEM É VALDECIR SCHLOSSER?

Valdecir, para quem não sabe ou não se lembra, tentou por várias vezes enquanto esteve à frente da Câmara de Vereadores há mais de 10 anos, tomar por força a prefeitura do prefeito Oziel Oliveira, porém, a Justiça jamais comungou com as manobras que o cidadão insistentemente tentava. 

Esta não é a primeira vez que a Justiça o coloca contra a parede. Em 2008, Schlosser teve que pagar uma multa imputada a ele pelo processo TCM n.º 8.474-07, multa essa no valor de R$2.500,00 (dois mil e quinhentos reais), cujo recolhimento aos cofres públicos municipais teve que se dar através de cheque emitido por ele mesmo e nominal à Prefeitura Municipal.

Presidente do PP, Valdecir Schlosser, popularmente conhecido como “Ratão”, é marido da ex secretária de Cultura na atual gestão de Humberto Santa Cruz – Jeanne Schlosser - qual foi envolvida no “escândalo das diárias” em Luis Eduardo Magalhães. Foi candidata à vereança nestas eleições em que discorreu uma campanha sem expressividade política, alcançando apenas 238 votos.

Às vésperas da eleição em que Oziel Oliveira foi eleito, Valdecir e a esposa foram conduzidos à Delegacia por suspeita de compra de votos.

Fonte: Blog Fernando Pop.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.