0

Por Maglon Ribeiro

Consultor em Marketing Político e Pesquisas Eleitorais

Passada as convenções é chegada a hora de a partir do dia 16 colocar a campanha nas ruas. Executar a estratégia que você delineou no planejamento. Um item fundamental, definitivamente estratégico é a agenda do candidato. Quando e onde ele deve estar presente? Responde-se a esta questão por meio da elaboração de um roteiro-calendário e de um cronograma de atuação do candidato, durante a sua campanha, onde se inclui a realização dos seus comícios e pronunciamentos, programando-se festas, concursos e eventos, reuniões , gravação para o horário gratuito. O importante se faz é pensar como o artista Milton Nascimento, que cantou que o artista tem que estar a onde o povo está. O candidato tem que estar onde o eleitor está.

Uma fórmula muito divertida, mas angustiante e terrivelmente eficaz de programar seu tempo e os compromissos que terá que atender para ganhar a sua eleição é a seguinte: Suponha que você pense como a maioria dos candidatos que perdem eleições e esteja feliz com a copa do mundo (os candidatos mais espertos enganam os incautos, e dizem que a eleição só começa depois, porque os eleitores só querem saber é do futebol), que vai lhe permitir economizar recursos e só começar sua campanha em agosto.

Divida o número de votos que você precisará para garantir a sua eleição e divida por 60 (este é o número de dias dos meses de agosto e setembro). Exemplo: se você precisar de 4.980 votos e estima que já tem 2.000, precisará ganhar, em média, 85 votos por dia, para chegar àqueles 4.980. Aí, você saberá que, todos os dias você terá que:

® Reunir-se com líderes e pessoas que tenham controle ou acesso a 85 votos;

® Participar de eventos diários que o coloquem em contato direto com 85 eleitores;

® Contratar ou fazer alianças com 10 pessoas que abordem cada uma, 8 eleitores por dia em média;

® Inventar fórmulas e estratégias de comunicação que lhe permitam alcançar aquela quantidade diária de eleitores;

® Combinar todos os fatores já mencionados (estratégia).

Há 15 regras são consideradas básicas para a agenda:

1. Somente uma pessoa se encarrega da agenda;

2. Esta pessoa deve conhecer muito bem o candidato;

3. Conhecer tudo que é importante sobre o evento;

4. Conhecer antecipadamente o trajeto até o evento;

5. Evite agendar eventos com mais de 2 semanas de antecedência;

6. Cuidado com a distribuição da agenda;

7. Qualquer convite ao candidato deve ser feito por escrito;

8. O agendador é o homem do detalhe;

9. Elabore um calendário para toda a campanha;

10. Determine previamente a quantidade de tempo, realísticamente disponível para a programação;

11. Leve em conta as características pessoais do candidato;

12. Desenvolva um planejamento logístico para cada evento;

13. Use um destacamento avançado;

14. Não esqueça da comunicação de agradecimento;

15. Compromisso assumido tem que ser cumprido;

Adotando procedimentos como estes, você vai otimizar o recurso mais valioso da campanha: o tempo do candidato, que nessas eleições é extremamente escasso.

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.

 
Topo