0

Maglon Ribeiro

Consultor de Marketing Político e Pesquisas Eleitorais

Em Barreiras, a campanha começou em ritmo lento. Ainda não temos materiais nas ruas para abordar o eleitor. A proibição do uso de carro de som por parte da justiça eleitoral é algo novo nas nossas campanhas. Em Barreiras, apenas um dos candidatos fez caminhada após o inicio oficial. Em Luis Eduardo,também, as campanhas começam a sair para as ruas lentamente, com poucas caminhadas em bairros específicos.

ONLINE/ Se a corrida pelo voto começou de maneira tímida nas ruas, o mesmo não aconteceu nas redes sociais.

Candidatos a prefeito e a vereador divulgaram números de campanha e fotos de compromissos realizados ontem.

Presidente da Associação Brasileira de Consultores Políticos, Carlos Manhanelli afirma que em campanha é recomendável começar em ritmo mais lento e guardar fôlego.

Quem for esperto, não vai pisar no acelerador agora. O ideal é ir crescendo e chegar a todo vapor em 2 de outubro”, disse Manhanelli.

Especialista em comunicação digital, Ednelson Prado avaliou negativamente o início da campanha na internet.

De acordo com ele, os candidatos estão usando as redes sociais de maneira errada.

“Os candidatos estão colocando apenas foto e número. É errado. As redes sociais são para diálogo. Ou seja, já chegaram pedindo voto e não produziram conteúdo de qualidade. Você não converte voto no primeiro dia”, explicou.

CALENDÁRIO/ Iniciada no dia 16 deste mês, a campanha terá mais 44 dias até a eleição, marcada para o dia 2 de outubro.

Os candidatos irão marcar presença no rádio e na televisão a partir de 26 de agosto.

Os postulantes às Câmaras Municipais, no entanto, não terão programas no período. Serão apenas inserções na programação das emissoras.

Luta por voto na internet tem regras e diversas proibições

Embora alguns candidatos acreditem que a internet seja um território sem lei, a Justiça Eleitoral ficará de olho nas postagens dos candidatos e dos eleitores.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) definiu regras para disciplinar a atuação dos postulantes na corrida pelo voto.

Pagar por propaganda na internet, inclusive com impulsionamento de publicações em redes sociais, está proibido pela Justiça.

Publicar propaganda em sites de empresas ou obter doações por meio de ‘vaquinhas’ pela internet, chamadas de ‘crowdfunding’ também pode render muita dor de cabeça aos candidatos.

Esse sistema de financiamento coletivo, por meio da internet, tem sido bastante usado para bancar ações de voluntariado e trabalhos artísticos.

A presidente afastada Dilma Rousseff (PT), inclusive, chegou a lançar uma vaquinha virtual para arrecadar dinheiro para suas viagens pelo Brasil, com o objetivo de defender sua permanência no Planalto.

FAKE/ Ataques também não serão toleradas pelo TSE.

Na campanha, a Justiça vai ficar atenta com relação aos ataques, mentiras e perfis fakes também”, concluiu Ednelson, diretor da Vincere Comunicação.

O que pode fazer na internet

DIVULGAÇÃO

Fazer propaganda na internet e nas redes sociais, desde que de maneira gratuita

AMBIENTE

Propaganda está liberada no site oficial do candidato a prefeito ou a vereador, do partido político ou da coligação

BRASILEIRO

Páginas precisam estar hospedados no Brasil. Publicações também podem acontecer em blogs e redes sociais

MENSAGENS

Está liberado o envio de mensagens eletrônicas, desde que disponibilize-se a opção para descadastramento do destinatário em até 48 horas

O que não pode fazer na internetPATROCÍNIO

Pagar por propaganda na internet, inclusive com impulsionamento de publicações em redes sociais ou com anúncios patrocinados nos buscadores.

EMPRESAS

Publicar propaganda na internet em sites de empresas ou outras pessoas jurídicas

FALSIDADE

Fazer propaganda na internet, atribuindo indevidamente sua autoria a outra pessoa, candidato, partido ou coligação.

AGRESSÃO

Agredir e atacar a honra de candidatos, bem como divulgar fatos sabidamente inverídicos de adversário.

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.

 
Topo