0

A Câmara Municipal de Luís Eduardo Magalhães realizou na manhã desta sexta-feira, 1°, uma sessão extraordinária para análise, em segunda discussão, de quatro projetos de lei que já tinham parecer favorável pela grande maioria na sessão ordinária da última terça-feira, 28. A sessão foi presidida pelo Presidente Elton Almeida e contou com a presença de quatorze dos quinze vereadores.

Em discurso, o presidente Elton Almeida, destacou que alguns vereadores se dedicaram a fiscalização das ações do Executivo e que isso surtiu efeito positivo, tendo em vista as sentenças judicializadas em andamento. Outros optaram por elaborar projetos de leis e indicações que foram todos deliberados. “Agradeço a disposição dos vereadores para a votação de projetos relevantes e que exigem esta agilidade. A intenção é dar celeridade, e não deixar nenhum projeto engavetado. Tudo que poderíamos ter feito, foi feito. Todos os projetos do poder Executivo e legislativo tiveram andamento. Fechando assim, nosso trabalho com chave de ouro”, destacou.

O primeiro projeto discutido foi o de Emenda à lei Orgânica Municipal nº 001/2015 de autoria da Mesa Diretora, que: “Altera, inclui e suprime artigos da Lei Orgânica Municipal de Luís Eduardo Magalhães- Bahia”. Conforme a Câmara, a sua aprovação é uma maneira de atualizar a Lei Orgânica Municipal que se encontra desatualizada.

Em seguida, foi apresentado o projeto de lei n°035/2016 de autoria do vereador Juvenal Canaã, que: “Declara de Utilidades Pública Municipal a Associação de pequenos agricultores familiar da comunidade de galhinhos e dá outras providencias”.

A justificativa da proposta, também de autoria do vereador Juvenal é de que a referida associação possui o fim especifico de servir a coletividade, fortalecendo assim os trabalhos na agricultura e pecuária bem como promover o bem estar e desenvolvimento dos associados.

Na sequencia, foi posto em votação o projeto de lei nº 037/2016 de autoria do poder executivo, que: “Dispõe sobre a doação de área publica pelo Município de Luís Eduardo Magalhães ao Estado da Bahia, e dá outras providencias”. Projeto aprovado por treze votos a favor e uma abstenção.

Por fim, foi apresentado o projeto de lei nº 042/2016 de autoria do Poder Executivo, que: “Dispõe sobre concessão de direito real de uso de área pública situada no loteamento Aroldo da Cruz a Igreja Adventista do Sétimo Dia e, dá outras providencias”. Também aprovado por treze votos a favor e uma abstenção.

Projeto esse que gerou discussão devido ao fato de que com as recentes alterações na lei eleitoral, fica vedada a doação de qualquer coisa a titulo gratuito pelos gestores em ano eleitoral.

Ascom.

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.

 
Topo