0

Por Maglon Ribeiro

Consultor em Marketing Político e Pesquisas Eleitorais

A campanha 2016 na internet já começou. Impossível imaginar campanha eleitoral nos tempos atuais sem ações efetivas no campo digital. Planejar e implementar ações nas redes sociais para as eleições em 2016 já começou - porque é feito com antecedência, já que seu objetivo principal não é o voto em si, mas a criação de pontos de contato e afinidade com o eleitorado. 

O que se percebe , por parte das fanpage dos candidatos, são inúmeras postagens, de noticias sem que vise o objetivo principal, atrair os visitantes para uma relação mais permanente com a pessoa do candidato, por isso , não adianta ficar procurando seguidores e fãs, se não existe um relacionamento constante e prolongado com o eleitor. 

A receita para ser eleito é bem complexa, requer planejamento, estratégia digital, relacionamento com o eleitor, engajamento, até a conquista natural dos votos em massa.

Recebo inúmeros e-mail perguntando o que é permitido e o que não é, neste momento de pré campanha, nas redes sociais.

A legislação, através da resolução 23.457/2015, reza o seguinte:

Art. 2º Não configuram propaganda eleitoral antecipada, desde que não envolvam pedido explícito de voto, a menção à pretensa candidatura, a exaltação das qualidades pessoais dos pré-candidatos e os seguintes atos, que poderão ter cobertura dos meios de comunicação social, inclusive via Internet (Lei nº 9.504/1997, art. 36-A, caput, incisos I a VI e parágrafos): 

I - a participação de filiados a partidos políticos ou de pré-candidatos em entrevistas, programas, encontros ou debates no rádio, na televisão e na Internet, inclusive com a exposição de plataformas e projetos políticos, observado pelas emissoras de rádio e de televisão o dever de conferir tratamento isonômico;

II - a realização de encontros, seminários ou congressos, em ambiente fechado e a expensas dos partidos políticos, para tratar da organização dos processos eleitorais, da discussão de políticas públicas, dos planos de governo ou das alianças partidárias visando às eleições, podendo tais atividades ser divulgadas pelos instrumentos de comunicação intrapartidária; 

III - a realização de prévias partidárias e a respectiva distribuição de material informativo, a divulgação dos nomes dos filiados que participarão da disputa e a realização de debates entre os pré-candidatos;

IV - a divulgação de atos de parlamentares e de debates legislativos, desde que não se faça pedido de votos; 

V - a divulgação de posicionamento pessoal sobre questões políticas, inclusive nas redes sociais; 

VI - a realização, a expensas de partido político, de reuniões de iniciativa da sociedade civil, de veículo ou meio de comunicação ou do próprio partido, em qualquer localidade, para divulgar ideias, objetivos e propostas partidárias.

Percebe-se que os candidatos não estão explorando esse espaço como deve.Agora, é preciso começar as ações bem antes do início oficial da campanha eleitoral, que será apenas em meados de agosto, portanto apenas 45 dias de duração. Conforme a resolução acima o TSE permite ocupar as Redes Sociais, promover reuniões, conceder entrevistas, fazer palestras e debater questões de interesse de sua comunidade. Somente não pode pedir voto. Crie uma fanpage no Facebook, abra uma conta no Twitter e comece um canal no YouTube. É preciso fazer o planejamento certo para colocar novos posts e vídeos em tempo adequado. Organize as postagens de forma que você não passe dois dias em branco em um canal. 

Saia da zona de conforto. Comece de onde você está. Tudo o que for permitido agora, faça. Depois, não vai haver condições para recuperar o tempo perdido.

Portanto, a campanha deste ano pode ser difícil se o pré-candidato não fizer o que precisa no momento certo.

ERRADO é o candidato que simplesmente enche o e-mail ou a cidade com "santinhos" eleitorais , lixos eletrônicos e jingle estressante. Na verdade isso gera um resultado negativo. 

Acredite a campanha eleitoral de 2016 na Internet já começou e promete será a maior disputa da história do Brasil no campo digital - por isso, programe-se, contate-nos e solicite um projeto especial para você!




Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.

 
Topo