0

O Patrimônio Ambiental de Barreiras é inegociável”. Com essa frase o prefeito Antonio Henrique reforçou a importância das discussões sociais na 5ª Conferência Municipal das Cidades. O evento foi oficialmente aberto ontem, 30, na Universidade do Estado da Bahia- UNEB.

A Conferência Municipal da Cidade está desenvolvendo neste ano, os seus trabalhos a partir do tema: “A Função Social da Cidade e da Propriedade” e; como lema: “Cidades Inclusivas, Participativa e Socialmente Justas”. Para a secretária de Planejamento e presidente da CONCIDADE, Luiza Carvalho, a conferência é um espaço importante no processo de discussão de todos os focos estruturais, urbanísticos e sustentáveis da cidade. “Podemos trabalhar todas as questões na conferência. Estamos também apresentando as propostas do Plano Diretor, que foi elaborado com a participação popular e de técnicos de diversos segmentos, falando também dos nossos rios, fragilidades sociais e urbanas. Mas é este o caminho para construir uma cidade que sonhamos e queremos”, ressaltou Luiza.

Em seu pronunciamento, o prefeito Antonio Henrique conclamou os moradores, ribeirinhos, empresários, estudantes, ambientalistas, concessionária de água e saneamento, e até os turistas, que admiram os cartões postais da cidade, para discutir a problemática enfrentada nesse período de seca nos Rio Grande, Rio Branco e o Rio de Ondas.

Chegou a hora, não resta mais dúvida, dos governos municipal, estadual e federal, das Instituições Acadêmicas e de Produtores, dos órgãos ambientais, população e da nossa Concessionária dos serviços de água e esgoto – EMBASA, estabelecerem um padrão de uso racional das águas, seja para o consumo humano, animal ou para produção”, ratificou o prefeito em discurso.

Durante os dois dias, a Conferência se firma como um espaço estratégico de interlocução entre poder público e sociedade. Ainda na abertura, o prefeito convidou a comunidade para selar um ato de compromisso em defesa dos rios, que são afluentes do Velho Chico.

O Rio Grande, Rio Branco e Rio de Ondas representam um patrimônio natural, histórico e cultural do nosso povo. Foi nas barrancas do Rio Grande que Barreiras nasceu e ao seu lado cresceu. Precisamos portanto, encontrar soluções conjuntas para defender o nosso patrimônio, não poderemos assistir calados, os nossos rios morrerem de forma agonizante, sem nenhuma atitude dos que utilizam e da população que consomem este rico e precioso bem público, a água”, conclamou o prefeito.

Após a oficialização, a primeira mesa de debate discutiu a função da cidade, os rios, elemento de integração, pertencimento e caracterização social de Barreiras, com a participação do vice prefeito Paê Barbosa, o secretário de meio ambiente Nailton Almeida, o gerente substituto do Ibama André Pereira Rodrigues, o especialista do INEMA Rodrigo Martins Ribeiro, o diretor de Águas da AIBA José Cizino e o Superintendente da Embasa Raimundo Neto.

A Conferência Municipal da Cidade será finalizada nesta tarde, ás 17 h, com a eleição dos delegados municipais que estarão participando da fase estadual, que será realizada de 22 a 25 de novembro de 2016 e que, por sua vez, antecede a 6ª Conferência Nacional, programada para 05 a 09 de junho de 2017.

Dircom.

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.

 
Topo