A BÍBLIA DE R$ 73 MILHÕES EM QUE JESUS TERIA PREVISTO A VINDA DE MAOMÉ. - Tv Web Barreiras

Notícias Recentes

22 de mar de 2016

A BÍBLIA DE R$ 73 MILHÕES EM QUE JESUS TERIA PREVISTO A VINDA DE MAOMÉ.


A Bíblia secreta em que Jesus teria previsto a vinda do profeta Maomé para a Terra está despertando sério interesse do Vaticano.

Especula-se que o suposto livro de 1.500 anos de idade seria o Evangelho de Barnabé. A obra teria sido escondida pelo governo turco nos últimos 12 anos. Com letras manuscritas em ouro e escrita em aramaico, o livro é avaliado em 14 milhões de libras esterlinas (R$ 73 milhões). 

Somente uma fotocópia de uma única página do manuscrito é estimada em 1,5 milhão de libras (R$ 7,8 milhões). O ministro de Cultura e Turismo da Turquia, Ertugrul Gunay, disse que o livro poderia ser uma versão autêntica do Evangelho, que foi censurada pela Igreja Cristã por seus fortes paralelos com a visão islâmica de Jesus. Ele também disse que o Vaticano fez um pedido oficial para ver a escritura. 

De acordo com a crença islâmica, o Evangelho trata Jesus como um ser humano e não um Deus. Ela também rejeita as ideias da Santíssima Trindade e da Crucificação e revela que Jesus predisse a vinda do Profeta Maomé. Em uma versão do Evangelho, acredita-se que Jesus teria dito a um sacerdote: "Como o Messias deve ser chamado? Maomé é o seu nome abençoado". 

E em outro, Jesus negou ser o Messias, alegando que ele ou ela seria ismaelita, o termo usado para um árabe. 

Apesar do interesse no livro recém redescoberto, alguns acreditam que o livro é uma farsa e remonta ao século 16. Apenas uma verificação científica poderá verificar com certeza qual a idade da obra e acabar com as dúvidas.

Fonte: DailyMail

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.