MITOS E VERDADES SOBRE A POLÊMICA PÍLULA DA INTELIGÊNCIA. - Tv Web Barreiras

Notícias Recentes

7 de fev de 2016

MITOS E VERDADES SOBRE A POLÊMICA PÍLULA DA INTELIGÊNCIA.


A eficácia da chamada pílula da inteligência, que poderia melhorar o raciocínio, foi colocada em xeque por especialistas que alertam para alguns graves efeitos colaterais.

Originalmente, o modafinil foi utilizado como uma droga para o tratamento da apneia do sono, porém, mais tarde, foi apontado que o medicamento também poderia dar uma "turbinada" na mente, ajudando na tomada de decisões e soluções de problemas.

Sentia como se tivesse uma campainha na cabeça, que não me deixava dormir, e um impulso que me levava a fazer até as coisas mais entediantes sem me cansar. E para mim, que tinha muito sono no trabalho, isso era uma maravilha”, afirma María Alexandra Cantor, ao narrar sua experiência com o modafinil, droga que lhe foi receitada durante um tratamento para aliviar a apneia do sono de que sofria. “Sou advogada e desprezar essa loteria que havia ganhado sem comprá-la parecia uma burrice. Hoje, acho que foi um erro muito grave”, ela conclui.

A droga da qual María Alexandra foi vítima se tornou muito popular, especialmente entre os estudantes universitários, depois de estudos realizados pela Harvard Medical School e por duas pesquisadoras da Universidade de Oxford, que demonstraram como o modafinil melhora a “tomada de decisões, a solução para problemas e a capacidade de planejamento”, segundo uma publicação do European Neuropsychopharmacology. Desde então, as qualidades dessa droga foram divulgadas e até mesmo promovidas com um nome bastante chamativo: a pílula da inteligência.

O modafinil foi desenvolvido no final de década de 70, na França, pelo professor Michel Jouvet e pelos laboratórios Lafon. A partir de 1986, começou a ser usado em tratamentos para a narcolepsia, uma patologia grave do sono. Em 1998, os EUAaprovaram seu uso para o tratamento da apneia do sono e, em 2000, a Europa fez o mesmo. No entanto, o que fez disparar a venda dessa pílula (especialmente no mercado negro) foi a estreia do filme “Sem Limites”, no qual a ingestão de uma pílula permite ao protagonista ter um aproveitamento de 100% do seu cérebro.

Todavia, outros estudos rigorosos, como o publicado pelo Journal of Clinical Psychopharmacology, afirmam que não existem elementos suficientes para considerar o modafinil um potencializador mental. O mesmo acontece com a análise feita pela Universidade Católica do Chile, que afirma, categoricamente, que, “com os dados disponíveis, não é possível indicar o modafinil como potencializador cognitivo em pessoas saudáveis, dadas as evidências insuficientes de sua eficácia e a possibilidade de efeitos adversos”.

Fonte: eltiempo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.