PESQUISA: "TIJOLÃO" TEM RECEPÇÃO DE SINAL ATÉ 10X MELHOR QUE TOP DE LINHA - Tv Web Barreiras

Notícias Recentes

7 de dez de 2015

PESQUISA: "TIJOLÃO" TEM RECEPÇÃO DE SINAL ATÉ 10X MELHOR QUE TOP DE LINHA


Um estudo realizado pelo órgão regulador de comunicações do Reino Unido, o Ofcom, mostra que os celulares antigos, lançados há mais de 10 anos, e os modelos mais básicos atuais, possuem um desempenho melhor do que os modelos top de linha atuais em termos de recepção e sinal.

Os testes, realizados em laboratório, revelaram que os modelos mais novos não são tão bons em captar sinais fracos como os dispositivos mais antigos e do que os mais baratos vendidos atualmente. 

Confira os índices revelados:
  • Alguns smartphones precisam de um sinal até 10 vezes mais forte do que os celulares comuns para fazer ou receber chamadas.
  • Nas redes 2G e 4G, os smartphones analisados precisaram, em média, de um sinal 7 vezes mais forte do que os celulares comuns.
  • Na rede 3G, foi necessário um sinal 9 vezes mais forte para que os smartphones executassem o mesmo trabalho dos celulares comuns.
Por que isso acontece?

De acordo com o Ofcom, a perda na capacidade acontece por conta da utilização de vidro e metal no acabamento dos smartphones, em vez do plástico, usado em opções mais baratas.

O órgão se recusou a revelar quais foram os dispositivos usados nas experiências. "Nós testamos um número muito pequeno de telefones celulares, não para o ranking, mas para entender como aparelhos realizada em diferentes situações. Como ninguém dispositivo consistentemente superou os outros optamos por não listar os aparelhos", revelou um porta-voz.

Fonte:  DailyMail

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.