0

Uma perigosa mutação bacteriana, detectada por pesquisadores chineses, demonstrou ser imune à droga colistina, último recurso médico quando os demais antibióticos se mostram ineficazes.

Liu Jian-Hua, professor da Universidade Agrícola de Cantão, na China, e autor de um relatório alarmante sobre a mutação sofrida por uma poderosa bactéria, foi categórico: “nossos resultados são extremamente preocupantes”.

É que os cientistas chineses conseguiram identificar o gene MCR-1, capaz de dar às bactérias uma proteção contra a colistina, o antibiótico mais poderoso do qual a medicina dispõe atualmente para tratar as bactérias polirresistentes. Desse modo, as bactérias que sofreram mutação e contêm esse gene são capazes de anular o efeito do antibiótico, tanto em pacientes humanos quanto em animais.

O gene MCR-1 foi isolado em moléculas de DNA que se replicam e são transmitidas em diversas bactérias, o que significa que esse tipo de mutação, altamente resistente aos antibióticos, é capaz de se espalhar por todo o mundo.

Dada a relativamente baixa proporção de amostras positivas em humanos comparadas às de animais, parece que o MCR-1 relacionado à resistência à colistina, foi originado em animais e se estendeu aos seres humanos”, afirma Liu Jian-Hua.

Fonte: The Lancet Infectious Diseases

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.

 
Topo