FORD ANUNCIA PROGRAMA DE DEMISSÃO VOLUNTÁRIA NA FÁBRICA DE CAMAÇARI, BA - Tv Web Barreiras

Notícias Recentes

14 de dez de 2015

FORD ANUNCIA PROGRAMA DE DEMISSÃO VOLUNTÁRIA NA FÁBRICA DE CAMAÇARI, BA


A montadora Ford anunciou, nesta segunda-feira (14), um Programa de Demissão Voluntária (PDV) para os trabalhadores da fábrica de Camaçari, região metropolitana de Salvador. De acordo com a empresa, a medida foi tomada com objetivo de ajustar a produção à demanda de mercado.

A Ford informou que o programa vale para o período de 4 a 15 de janeiro de 2016. O objetivo principal, informou a empresa, é adequar o excedente da força de trabalho ocasionado pelo encerramento do turno da noite a partir do mês de março de 2016.

O Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari estima que cerca de dois mil postos de trabalho sejam afetados com a suspensão do terceiro turno, que representa o período de 22h até as 6h30, num regime de 40 horas semanais.

"O sindicato está negociando a garantia dos dois mil postos a partir de março. Estamos tendo reuniões constantes para garantir os empregos", disse Júlio Bonfim, presidente da entidade. "Eles querem suspender o terceiro turno e demitir dois mil da fábrica como um todo, remanejando os demais. A gente não aceita demissões", acrescentou. Julio Bonfim afirmou que o sindicato tenta negociar com a empresa as férias coletivas em fevereiro e a suspensão temporária do contrato de trabalho pelo regime layoff.

A fábrica de Camaçari produz os veículos Ford Ka e Ka+ (sedã), e também o EcoSport. Além disso, a unidade fabrica ainda o motor 1.0 que abastece o Ford Ka. A Ford já tinha dado uma férias coletivas no meio do ano, que durou 10 dias, entre 25 de maio e 3 de junho.

Trabalhadores fazem protesto em Camaçari na manhã desta terça-feira (Foto: Reprodução/TV Bahia)Trabalhadores fizeram protesto em outubro
(Foto: Reprodução/TV Bahia)
Empregos instáveis

Em outubro deste ano, um protesto reuniu milhares de trabalhadores por conta de ameaças de demissões. O governador Rui Costa informou que iria negociar com a empresa. Na época, presidente do sindicato, Júlio Bonfim, disse que a Ford anunciou 192 demissões em produtoras de auto-peças, 500 do setor operacional e 700 do setor de logística. A empresa negou demissões, mas afirmou estar em processo de adequação.

A Ford suspendeu temporariamente a produção da fábrica de motores de Camaçari de 8 a 16 de outubro, com a justificativa de "ajustar os níveis de produção à demanda de mercado". A empresa já havia anunciado férias coletivas a empregados produtivos da montadora de 14 de setembro a 2 de outubro. A decisão afetou 6.800 funcionários, 3.500 deles contratados e os demais terceirizados.

Entre 12 e 14 de agosto, cerca de 3.500 trabalhadores do setor operacional da montadora já tinham recebido folga. A Ford também já tinha dado uma férias coletivas no meio do ano, que durou 10 dias, entre 25 de maio e 3 de junho.

Veja nota emitida pela Ford sobre o PDV:

"A Ford informa que, devido à necessidade de ajustar a produção à demanda de mercado, abrirá um Programa de Demissão Voluntária (PDV) para os empregados produtivos da fábrica de Camaçari (Bahia) no período de 4 a 15 de Janeiro de 2016. Esta medida tem como objetivo adequar o excedente da força de trabalho decorrente do encerramento do turno da noite, desta unidade, a partir de Março de 2016".

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.