1

Construção, na década de 1920, da queda d´água artificial, onde, jorrando as águas do rego, seriam movidas as turbinas da hidrelétrica do Dr. Geraldo Rocha.




Constução, já mais adiantada da hidreletrica de Barreiras


1950, já concluído o prédio do Correio.


Aeroporto de Barreiras em construção, na época da 2ª Guerra Mundial. Napoleão datou a foto: 1940! Note que o avião norte americano está sendo reabastecido.


Construção do prédio do Banco do Brasil, na Praça São João.



Construção de estrada em Barreiras.


Ponto estratégico para nossa hidrelétrica: aproveitando uma curva acentuada do rio de Ondas, o engenheiro hidáulico polonês, Dr. Ladislau Filipowiski, lançou daí um dique de concreto, quase atravessando o rio e dirigindo parte da água para entrar no rego, que seguiria por 8 Km, atravessando Barreirinhas, lançando-se na queda d´água também construída para mover as três turbinas da hidrelétrica. Faça-se a energia! E a energia foi feita... após 8 anos de trabalho! Ao fim, veio engenheiro mecânico, o alemão, Dr. Hunter, que instalou todas as máquinas e administrou a hidrlétrica por alguns anos.


Construção, por Geraldo Rocha, do Hospital Eurico Dutra.

Á frente, em uma ponte improvisada sobre o rego (da hidrelétrica) os funcionários, além de outros barreireses: — com Napoleão Macedo, Herculano Faria, José Correto, Gustavo Macedo, Aurino Pignatae Clovis de Mattos Macedo em Foto dos funcionários da Sertaneja em frente ao Hospital quase concluído.


Entre Barreiras e Barreirinhas, ponte em construção, na BR 242, década de 1960. Quando o 4º BEC chegou aqui, para fazer a estrada, a ponte já estava pronta, feita pelo DNER.

À direita, pédio em que funcionava beneficiadora de algodão da empresa Braga e Cia. Hoje aí funciona (tendo diminuído o prédio, paa fazer estacionamento) a loja de móveis Dell ano.


Caminhões que viajavam para Brasília antes da estrada asfaltada. Aguinaldo Pereira, Filazinho... Muita coragem de vocês enfrentar aquelas estradas teríveis, semeando nosso progresso!



1951 -Porto de Barreiras, com dois navios a vapor e mercadorias sendo desenbarcadas. Poste de madeira à direita, da Hidrelétrica Rocha. Foto colorida a pincel por Napoleão Macedo.


Porto de Barreiras com três navios a vapor.


Estrada para o aeoporto, antiga.


Praça Castro Alves do lado da Benedita Silveira. Década de 1970.



Rua Profa. Guiomar Porto, foto tirada da torre da igreja de São João. Á direita, embaixo, o Grupo Escolar Costa Borges.


Rego próximo da turbina


Ponte sobre o canal do rego, em Barreirinhas.


Foto de Napoleãozinho, na década de 1990.


Cais de Barreiras.






Fotos e Legendas do Facebook  Historia de Barreiras. - Link:  CLIQUE AQUI

Matéria publicada dia 21/11/15 às 19:11

Postar um comentário

  1. Muito interessante, nasci e moro em barreiras BA, cidade de um calor imenso mas sou apaixonado por essa cidade. João Brito 999501960

    ResponderExcluir

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Tv Web Barreiras. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog Tv Web Barreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada ou que esteja sem identificação.

 
Topo